Review Jessica Jones – 1×01 – AKA Ladies Night

Hoje quem fará o review de Jessica Jones será a mulher da equipe, afinal, parece que o seriado foi feito para mim, pois como eu estava suspirando por um seriado onde a protagonista fosse uma mulher. Okay, agora temos também Supergirl (que vocês também me verão falando sobre ela aqui), mas convenhamos que a Jessica Jones é simplesmente a master of motherfucking kicking the ass!! (acabei de inventar esse xingamento)

Hoje fazem exatos 5 dias que eu assisti o primeiro episódio, e terminei ele pensando: Essa mulher é ph0d@, quero ser como ela, ter essa força toda pra poder mandar tudo pra pqp quando tiver com raiva, e quem sabe assim me respeitarem mais. A Jessica me representou, e não no sentindo “Já acabou, Jéssica?”, mas sim no sentindo: “ME REPRESENTA JESSICA! ME ENSINA A LUTAR ASSIM JESSICA! QUERO SER COMO VC QUANDO EU CRESCER JESSICA!”

E a melhor parte de tudo, é que ela vive sozinha, sabe? E mesmo com toda aquela capa de durona, ela simplesmente tem aquele coração que se espera de uma heroína. Grande, tão grande que eu acho que não deve caber no peito dela. E o que eu adorei nela também: Eu posso fazer cosplay, algo que nunca fiz, pois é a roupa do dia-a-dia, não tem nada de especial, sem capas, sem símbolos no peito ou qualquer coisa desse tipo. É a roupa do dia-a-dia, sem maquiagem.

O que me prendeu muito, e ainda está me prendendo, no seriado é como a trama está se desenvolvendo. Kilgrave definitivamente é um dos vilões mais fdp’s que eu já vi na face da terra. Controle da mente? WTF!!!! Me lembrou muito o Grodd do The Flash, mas o que o Kilgrave faz é algo surreal. Grodd possui coração. Kilgrave não.

Ele se aproveita de policiais, casais, e até mesmo de crianças!! Dá pra acreditar nisso?? Crianças!! Gente, isso é o cúmulo para mim.

Mas enfim, o que posso dizer desse primeiro episódio é que vemos a Jessica se desenvolvendo como personagem para pessoas que ainda não a conhecem entenderem de onde vieram e quais são os poderes que ela possui. E com isso também vamos entendendo o que aconteceu com ela e com Kilgrave, e como ele consegue se aproveitar das pessoas.

E a arte de abertura do seriado? Os traços dos desenhos, como eles vão se conectando. A música! A MÚSICA!! Eu me cago toda de medo quando escuto aquela música HAHAHAHAHA

Jessica Jones está no ar no Netflix, em 13 episódios desde o dia 20 de Novembro, onde vocês podem assistir como uma maratona.poltrona_kilgrave_poster_29out15

Larissa

Engenheira de formação, professora de inglês, faço postagens no site e as vezes me arrisco nos memes que vocês podem verificar no nosso facebook e instagram.
(Visited 29 times, 1 visits today)

Larissa

Engenheira de formação, professora de inglês, faço postagens no site e as vezes me arrisco nos memes que vocês podem verificar no nosso facebook e instagram.

  • Zebediah

    Recomendo a leitura do HQ Alias, que saiu no sob o selo MAX da Marvel. Se gostou dessa Jessica da série, a das HQ´s é muito melhor.
    Mas o vilão da série é muito melhor que o Homem-Púrpura dos quadrinhos. Aqui realmente eu vi um cara muito mal e psicopata. Esse Kilgrave da série é muito melhor que qualquer versão das HQ´s. Abraços.

    • Muito obrigada pela dica, Zebediah! Irei com certeza procurar essa HQ para leitura.